São Gonçalo do Rio das Pedras

 

Produtos Turisticos

Oficina de capim - ouro do cerrado
Nesta atividade o turista vê a beleza do capim dourado e o capim do cerrado em campos nativos e aprende todos os processos, da colheita ao preparo, até a fabricação das peças artesanais. A oficina será realizada na casa da artesã, um local simples e abençoado pela natureza, em meio a um campo de sempre vivas. A beleza do cenário se completa com o pomar, galinhas, além da vista exuberante para o Pico do Itambé e a Serra do Raio. Para adoçar os trabalhos será oferecido um saboroso café feito com rapadura. Após a oficina, o visitante poderá tomar um banho em um pequeno poço que fica aproximadamente a 200 metros da residência e levar para casa a peça que produziu, além de outra que será oferecida pela artesã.

Responsável: Eva Vânia


Entre Fios e Tramas
Durante a oficina na Tapeçaria Sempre-viva, local amplo e arejado, o turista terá a oportunidade de vivenciar o processo de fios e tramas na produção de uma pequena peça em um tear mineiro, revivendo a história da tecelagem artesanal, com todo o equipamento e fios necessários para realização da atividade.

Responsável: Tapeçaria Sempre Viva – Centro Comunitário


Feito por mim – Oficina de patch work
Aprendizado de todos os passos da prática do patch work (peças feitas com retalhos): escolha do modelo, combinação de tecidos, corte, costura e acabamento, que permite o pleno exercício da atividade criativa. Durante a oficina haverá a degustação de biscoito de goma, típico do lugarejo, com café e suco. Para o melhor aproveitamento da atividade é necessário ter uma certa familiaridade com a máquina de costura. Ao final, o turista levará para casa uma peça da artesã e a que conseguiu fazer durante a oficina.

Responsável: Maria José Benjamim Otoni


Arte em Capim Nativo
Nesta oficina a artesã Sirlene ensinará ao turista todo o processo de confecção de peças artesanais com capim do cerrado: desde a colheita ao produto final, passando pelo preparo do capim. A história deste tipo de artesanato na localidade passa de geração a geração. Sirlene aprendeu o oficio com a mãe, e ensinou com sucesso às colegas de trabalho. No decorrer da atividade será oferecido um café com biscoitos regionais. Ao final, o turista levará para casa a peça que produziu, além da que será oferecida pela artesã.

Responsável: Sirlene de Fátima Santos


O Doce Sabor do Cerrado – Oficina de doces e geléias
Oportunidade de aprender todo o processo de fabricação de doces e geléias com um grupo de doceiras, utilizando-se preferencialmente frutas encontradas na região, como laranja, marmelo, banana, goiaba e manga. A oficina será realizada na Casa de Doces, um espaço com todo o equipamento necessário para o preparo dos doces e geléias, em grandes tachos de cobre, com cozimento em fornalha a lenha.Após a atividade, o momento será de degustar o que foi produzido e o turista levará um pequeno pote da geléia.

Responsável: Casa de Doces de São Gonçalo


O Jequitinhonha em Retalhos
"O turista terá a oportunidade de aprender as técnicas do artesanato e usar toda a sua imaginação e criatividade nas aplicações. Uma oficina de bordados realizada em uma construção rústica, de ambiente tranquilo e agradável, onde funciona o ateliê dos artesãos. A atividade consiste na aplicação de retalhos em panos de sacaria, com formatos diversos, inspirados em motivos regionais. Durante a atividade será oferecido um lanche típico com café e biscoitos. Ao final, o turista levará para casa a peça que desenvolveu durante a oficina e outra que será oferecida pela artesã. "

Responsável:


Oficina de capim - ouro do cerrado
Nesta atividade o turista vê a beleza do capim dourado e o capim do cerrado em campos nativos e aprende todos os processos, da colheita ao preparo, até a fabricação das peças artesanais. A oficina será realizada na casa da artesã, um local simples e abençoado pela natureza, em meio a um campo de sempre vivas. A beleza do cenário se completa com o pomar, galinhas, além da vista exuberante para o Pico do Itambé e a Serra do Raio. Para adoçar os trabalhos será oferecido um saboroso café feito com rapadura. Após a oficina, o visitante poderá tomar um banho em um pequeno poço que fica aproximadamente a 200 metros da residência e levar para casa a peça que produziu, além de outra que será oferecida pela artesã.

Responsável: Eva Vânia


Subida ao Pico do Raio
Caminhada de aproximadamente 4 km em meio à beleza dos campos rupestres. A subida ao Pico do Raio é uma experiência prazerosa: pedras de várias formas e flores de cores exuberantes compoem a belíssima paisagem que termina no cume do Pico, com vista privilegiada de toda a região. Com um pouco de sorte, pode-se observar sempre vivas gigantes, espécime endêmica do Espinhaço. Na volta, um banho em águas límpidas e correntes em um poço no Rio das Pedras.

Responsável: Ricardo Venicio Rodrigues


 

Próxima
Produtos Turísticos
Produtos Solidários
Fotos
 
 
 
   
 

 

 

 

.CONTATO@TURISMOSOLIDARIO.COM.BR .